Funcionário é preso na Paraíba por desviar R$ 400 mil em concessionária de luz

Um funcionário da Energisa foi preso, na manhã desta segunda-feira (19), em João Pessoa, suspeito de cometer fraudes em contratos de locações de imóveis e causar prejuízos superiores a R$ 400 mil à concessionária de energia elétrica. Ele foi preso em flagrante por falsidade ideológica, estelionato e associação criminosa. Se condenado por esses crimes, o suspeito poderá pegar até 13 anos de reclusão. O funcionário foi levado para a Central de Polícia Civil, no bairro do Geisel, onde aguardará encaminhamento para audiência de custódia.
Leia mais Notícias no Portal Correio e naçãoruralista.com.br
De acordo com o delegado Lucas Sá, da Delegacia de Defraudações e Falsificações, as investigações apontaram fraudes em dois contratos vigentes deste 2014, com valores de R$ 7.900. “Os acordos eram entre a Energisa e pessoas com endereços inexistentes, de modo que o objeto dos contratos nunca foi entregue à empresa”, explica o policial.
Segundo Lucas Sá, o suspeito administrava as contas bancárias favorecidas pelos contratos de locação. Diversos extratos foram apreendidos com o funcionário, preso em sua residência, no bairro do Geisel. “Ele não resistiu à prisão, porém não quis colaborar com as investigações, se negando a informar como as fraudes foram praticadas durante tanto tempo e indicar possíveis beneficiados pelos desvios de valores”, completa o delegado.
Ainda conforme a autoridade policial, as investigações vão prosseguir com intuito de descobrir mais detalhes sobre o esquema criminoso e verificar se existem indícios de fraudes em outros contratos de locação com prejuízo a Energisa ou em benefício do funcionário. A Polícia Civil também vai tentar localizar as pessoas cujo nomes constam nos contratos fraudulentos já descobertos na investigação. 

Postar um comentário

0 Comentários