Paraibanos podem ajudar a financiar novos estudos sobre microcefalia e Zika; veja como

Os paraibanos vão poder ajudar o Instituto de Pesquisa Professor Joaquim Amorim Neto (IPESQ) a manter e desenvolver novos estudos e pesquisas relacionados as formas de prevenção e tratamento da microcefalia. As doações podem ser feitas através das contas de energia, em uma parceria entre o IPESQ e a Energisa.

Leia mais Notícias no Portal Correio E NAÇÃORURALISTA.COM.BR

O instituto foi o responsável pelo desenvolvimento da primeira pesquisa que estabeleceu a relação do Zika Vírus com a microcefalia, tornando-se referência no estudo e tratamento da microcefalia.

Segundo a médica e presidente do IPESQ, Adriana Melo, a doença ainda precisa ser analisada, já a mutação do vírus não é muito conhecida.

“O que descobrimos é apenas uma parte, ainda há muito o que ser averiguado e analisado. Estamos trabalhando muito para descobrir tudo que esse vírus causa e suas relações para que possamos saber exatamente como lidar com ele”, disse a médica.

Além da pesquisa, o IPESQ oferece tratamento especializado a mães e bebês, incluindo fisioterapia e apoio psicológico. A solenidade para a assinatura do convênio será realizada na segunda-feira (22), às 8h, em Campina Grande, cidade sede do IPESQ.

Postar um comentário

0 Comentários