sábado, 20 de agosto de 2016

Número de golpes na internet pode aumentar durante Olimpíadas; veja como se prevenir

Em eventos internacionais, como as Olimpíadas Rio 2016, há aumento nos casos de fraudes e golpes aplicados pela internet ou com documentos pessoais roubados. Os criminosos costumam agir lançando páginas falsas sobre sorteios, premiações, promoções via SMS ou nas redes sociais.

Leia mais Notícias no Portal Correio e naçãoruralista.com.br

Segundo a vice-presidente da Unidade de Negócios Decision Analytics da Serasa Experian, Mariana Pinheiro, as organizações que agem nas fraudes são estruturadas e se valem de tecnologia e logística para obterem sucesso nos golpes.

Para evitar que se caia em golpes, Mariana Pinheiro afirmou que os consumidores e os empresários devem ficar atentos e desconfiar de ofertas muito vantajosas ou de clientes que não se assustem com preços elevados em determinados serviços.

No último levantamento feito pelo Serasa Experian, em abril deste ano, mais de 141 mil tentativas de fraude de identidade haviam sido registradas em todo o Brasil.

Cuidados com cartões e documentos

Ainda segundo o Serasa, a manipulação de documentos pessoais, cartões de crédito e senhas, além da utilização exclusiva de sites de compras com certificado de segurança (endereço acompanhado de um “s” no final: https ou com um cadeado na barra de endereços) são dicas para que os consumidores não caiam em golpes.

Outra dica considerada importante é a não utilização de internet ou computadores públicos para transações financeiras, o que evita que hackers possam utilizar senhas indevidamente.

Para clientes que tenham tido documentos roubados ou extraviados durante uma viagem, por exemplo, o Serasa oferece o Serviço de Documentos e Cheques Roubados da Serasa Experian, que é gratuito para que os consumidores cadastrem os documentos e evitem que bandidos os utilizem para cometer crimes.

O cadastro também pode ser feito por telefone, através da Central de Atendimento ao Consumidor (11) 3373-7272, que funciona nos sete dias da semana, das 8h às 20h, inclusive para quem teve documentos roubados em anos anteriores e não fez o registro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário