TIM poderá pagar R$ 5 milhões por falha que deixou 1,5 mi de paraibanos sem sinal

Após os problemas no fornecimento que afetaram mais de um milhão de usuários na Paraíba nesse domingo (13), a TIM foi autuada na manhã desta segunda-feira (14) pela Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JP) por má prestação de serviço. A multa pode chegar à R$ 5 milhões.

Leia também: Rompimento de cabos da TIM deixa mais de um milhão de paraibanos sem sinal

De acordo com o secretário do Procon-JP, Helton Renê, a empresa deveria ter se precavido para evitar que um problema como o rompimento de um cabo não deixasse mais de um milhão de usuários sem o serviço.

Em nota, a TIM informou que está ciente da medida e que prestará os esclarecimentos necessários junto ao Procon-JP no prazo concedido. Ainda na nota, a companhia ressaltou que está trabalhando para efetuar o ressarcimento dos clientes impactados pela falha deste domingo (13).

Segundo Helton Renê, a empresa tem dez dias para se defender das acusações. Caso a justificativa não convença, a empresa pode ser multada em até R$ 5 milhões.

O rompimento de cabos de fibra ótica deixou usuários da operadora de telefonia móvel TIM sem sinal, nesse domingo (13), na Paraíba. De acordo com a assessoria da empresa, todo o estado foi afetado pelo problema. Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a operadora tem 1,6 milhão de linhas ativas no estado.

Postar um comentário

0 Comentários