sábado, 19 de dezembro de 2015

Ex-chefe do Detran-PB é investigado como suspeito de integrar fraude em licitação

Uma mulher foi presa, na tarde desta sexta-feira (18), suspeita de participação em um esquema fraudulento que envolveu licitações do Departamento de Estadual de Trânsito da Paraíba (Detran-PB) e causou prejuízo de R$ 5 milhões ao Estado. A mulher é proprietária de uma empresa que faz o serviço de vistoria e transferência de veículos e teria conseguido vencer a licitação após ter recebido uma “facilitação” de um ex-superintendente do Detran-PB.

Leia mais Notícias no Portal Correio e - RADIO JORNAL E PORTAL  - naçãorualista.com.br 

De acordo com o delegado Luciano Soares, a operação, denominada de 'Espectro', visa cumprir 12 mandados de busca e apreensão, além de dois mandados de prisão, que estão sendo realizados nos municípios de João Pessoa, Bayeux, Santa Rita, Campina Grande, Monteiro, Guarabira, Patos, São Bento, Sousa e Cajazeiras. 

“A operação é comandada pelo delegado Iasley Almeida e, durante o processo, foi descoberto um esquema de facilitação para que uma empresa do Rio Grande do Norte vencesse a licitação e executasse serviços de transferência de veículos no Detran-PB. Os indícios apontam a participação de um ex-superintendente do Detran-PB e ele teria facilitado para que a empresa investigada vencesse a licitação”, contou o delegado.
Já segundo o delegado Iasley Almeida, funcionários do Detran-PB, que trabalharam no setor de licitação na época da fraude, foram interrogados durante a investigação.
"“Durante a investigação comprovou-se a prática dos crimes de organização criminosa, falsificação documental, uso de documento falso, fraude à licitação corrupção ativa e passiva, bem como sonegação fiscal atinente ao não recolhimento do imposto sobre serviços - ISS decorrente da realização de vistorias de identificação veicular”, contou o delegado Iasley Almeida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário