segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Barcelona domina o River Plate e conquista o tri do Mundial de Clubes da Fifa

O Barcelona mais uma vez mostrou ter um dos maiores ataques da história do futebol na grande decisão do Mundial de Clubes da Fifa, jogada nesta manhã de domingo (20) em Yokohama, no Japão. O trio formado por Messi, Suárez e Neymar deu show no país oriental e garantiu o tricampeonato do time catalão ao vencer o jogo por 3 a 0.

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio e naçãoruralista.com.br

Com uma posse de bola muito maior que a do adversário, o Barça deu uma aula de toque de bola, marcação e entrosamento. O River Plate mostrou valentia no primeiro tempo, mas sucumbiu no jogo ao levar 2 a 0 logo no início da segunda etapa.

O jogo

Após ser pressionado no começo do jogo, o Barcelona soube lidar com o ímpeto do River e controlou a partida aos poucos. Messi abriu o placar aos 36 minutos, numa conclusão com extrema categoria, em que a bola bateu no seu braço no domínio da escorada de Neymar em cruzamento para Daniel Alves. Os argentinos, porém, não se assustaram com o gol e tentavam correr atrás do prejuízo, o que não veio no primeiro tempo.

O Barcelona voltou avassalador no segundo tempo. Logo aos três minutos, após o River perder a bola na intermediária do ataque, Iniesta tocou rápido para Busquets no meio de campo, o volante faz bom lançamento, Suárez entrou em velocidade, ganhou do marcador na corrida e acertou por baixo das pernas de Barovero no chute para fazer o segundo.

O time catalão continuou martelando os argentinos. Uma pressão danada que enchia os olhos de quem assistia ao jogo. Foi quando apareceu mais uma vez Suárez, ao receber cruzamento perfeito de Neymar. Com a cabeça, o uruguaio deslocou o goleiro para ampliar o placar para 3 a 0.

O River Plate ensaiou uma pressão no final do jogo. No primeiro cruzamento na área que o zagueiro Piqué não foi capaz de cortar, Alario subiu sozinho e obrigou Bravo a fazer defesa difícil. Pouco depois, Driussi arriscou de fora da área e o goleiro do Barça se esticou todo para raspar na bola, fazendo com que ela batesse na trave.

Nenhum comentário:

Postar um comentário