COLUNISTA,RUY LEITÃO

O otimismo


Quero sempre estar ao lado dos otimistas. Procuro me afastar dos negativistas. Acredito que o otimismo contagia de forma positiva, por isso encoraja, estimula, incentiva a que não vejamos nas adversidades embaraços para as conquistas da vida. Colocar a esperança como agente motivador das nossas ações, faz com que estejamos constantemente em alto astral.
O otimismo é uma filosofia de vida que aumenta a autoestima, alivia as tensões do dia a dia, induz o ser humano a ter permanentemente uma energia de confiança em si próprio. Se quisermos dar aos nossos projetos um direcionamento com expectativa de êxito, nos façamos acompanhar de pessoas otimistas. Elas dão ânimo para as ações que poderiam ser vistas como difíceis de serem executadas. Encontramos no rosto dos otimistas a expressão da alegria, da fé, da convicção de que tudo vai dar certo.
O pensamento otimista elimina o sofrimento por antecipação, porque não admite o fracasso. Circunstanciais perdas ou derrotas dão ao otimista a consciência de que elas aconteceram para lhe mostrar que o erro não pode ser repetido e que da próxima vez não haverá mais revezes, nem malogros.
Ao acordar vivamos a experiência de iniciarmos o dia pensando no melhor, fazendo do entusiasmo o elemento promotor das nossas atividades. O otimismo impulsiona a praticidade de forma a maximizar o sucesso em todas as empreitadas do cotidiano. Nele está, com certeza, a chave da prosperidade, da realização pessoal e profissional, do bem estar.
• Integra a série de crônicas “SENTIMENTOS, EMOÇÕES E ATITUDES”.

Postar um comentário

0 Comentários