Governo Federal desapropria fazenda no Cariri para Reforma Agrária

 
Duas fazendas da Paraíba foram incluídas no decreto do Governo Federal que determina a desapropriação de mais de 90 imóveis rurais no país para utilização na Reforma Agrária. De acordo com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), as terras paraibanas que foram declaradas de interesse social para fins da reforma agrária ficam nas regiões do Cariri e Curimataú do estado, e totalizam uma extensão de 1,4 mil hectares.

A fazenda Poço, no município de Barra de São Miguel, no Cariri paraibano,, tem pouco mais de 668 hectares e possui capacidade para abrigar 15 famílias, depois que for transformada em projeto de assentamento. O imóvel rural Jacaré, em Remígio, no Curimataú da Paraíba, possui pouco mais de 821 hectares de terras e abrigará 20 famílias de trabalhadores rurais, quando for criado o assentamento.

A autorização do governo para desapropriação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) de sexta-feira (27). Com a publicação do decreto, o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) fica autorizado a promover a desapropriação e dar andamento à criação de novos projetos de assentamento nas áreas.

O superintendente regional do Incra na Paraíba, Cleofas Caju, avaliou que a autorização de desapropriação dos imóveis é importante para atender à demanda de trabalhadores rurais sem terra no estado. Ele explica que após o decreto, e posteriormente com a implantação do assentamentos, esse trabalhadores poderão produzir e gerar renda para suas famílias.

Postar um comentário

0 Comentários