Bomba de fabricação caseira explode em escola estadual Monsenhor Constantino Vieira na cidade de Cajazeiras.



Uma bomba de fabricação caseira explodiu durante a noite de ontem dentro Escola Estadual Monsenhor Constantino Vieira (Colégio Comercial) na cidade de Cajazeiras no alto sertão da Paraíba. Segundo informações, a bomba foi deixada no banheiro e explodiu durante a terceira aula.

Moradores revelaram que a potência da bomba foi tão forte, que o barulho produzido pela explosão foi ouvido em residencias que ficam a mais de 3 km da escola. A polícia investiga quem teria levado o artefato.

Em 2011, nesta mesma escola o estudante Renato Torres de Oliveira, 21 anos, foi morto a golpes de faca por outro aluno conhecido José Hyarley Lopes, 19 anos ambos estudantes do 3º ano da Escola Comercial de Cajazeiras. Renato foi morto dentro da sala de aula durante uma confusão com Hyarlley, que golpeou a vítima com várias facadas. De acordo com informações, os dois envolvidos eram muito amigos, faziam parte de um grupo de igreja e tocavam violão juntos.

Postar um comentário

0 Comentários